Luci

Preparo e sensorial

  • Moa na hora do preparo, caso não tenha moedor especifique no momento do pedido qual método utiliza.
  • Armazene o café na embalagem da Terra Natal ou em outro recipiente hermético e ao abrigo da luz solar.
  • Utilize água filtrada ou mineral.

Clique no método para dicas de como preparar seu café:


Lembra mel e abacaxi em calda.

Potencial dos atributos de doçura, acidez e corpo, em uma escala de 0 a 10:
Doçura 9
Acidez 8
Corpo 7

Sentir e descrever as nuances de perfil sensorial é como aprender uma nova língua, com prática torna-se algo natural.

Torra

Perfil de torra com foco no preparo filtrado proporcionando corpo sedoso junto com doçura e acidez alta. Como café espresso há potencial de acidez elevada, doçura alta e corpo baixo.

Nossa torrefação está sediada em Joinville/SC. Com operação sob demanda, os cafés estão sempre frescos e recebem um cuidadoso controle de qualidade durante e após cada ciclo de produção. Unindo tecnologia e trabalho artesanal, nos dedicamos a honrar quem cultivou e quem vai consumir, destacando o potencial singular de aromas e sabores de cada origem. Para cada café atribuímos um foco: espresso ou filtrado.

Origem

Sítio Ouro Preto, Lavrinha, Pinhalão/PR – região do Norte Pioneiro do Paraná.
Produtora:  Luci Lopes dos Santos.
Tempo de parceria: 1ª safra.
Altitude média: 600 metros.
Safra:
2020/21.
Espécie: Arábica.
Varietal: Mundo Novo.
Processo de pós-colheita:
Natural — método em que os frutos são colocados para secar inteiros e assim permanecem, até as sementes em seu interior estarem na umidade adequada de 11%.

História

Em Junho de 2020 visitamos a região do Norte Pioneiro para conhecer o Projeto Mulheres do Café, que tem por objetivo capacitar cafeicultoras a produzir cafés especiais e cooperar na difusão da qualidade do café da região paranaense. Fomos muito bem recebidos pelos técnicos do IDR, Uherlys Bruneli, Osvaldo Rodrigues e Cíntia de Souza, uma das idealizadoras do projeto. Provamos dez cafés de nove produtoras diferentes. Três cafés nos chamaram muito a atenção, O café da Luci foi um dos que se destacou para todos nós e a percepção de nuances frutadas, principalmente de abacaxi, foi unânime. No dia seguinte fomos visitar Luci e garantir este nano lote para compartilhar com vocês. Lá pudemos conhecer um pouco dos desafios transpostos por Luci para produzir cafés especiais. Durante algumas horas “catamos”, junto com ela, cada semente que tinha algum defeito para o café estar o mais uniforme possível. Naquele tempo de trabalho e conversas, tivemos uma outra percepção unânime: o trabalho feito com esperança e amor pode vencer desafios gigantescos — e produzir cafés excepcionais.